EDUCANDO PARA PREVENIR DOENÇAS E PARA A CIDADANIA

O Ministério da Saúde e o Ministério da Educação em parceria com a UNESCO/UNFPA/UNICEF produziram excelente material didático que está sendo distribuído à rede publica com vistas a apoiar atividades do programa Saúde e Prevenção nas Escolas. O material didático é  dirigido a adolescentes e jovens.

Trata-se de iniciativa da mais alta relevância para o país na perspectiva de incentivar o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a promoção da saude sexual e saúde reprodutiva com vistas à redução da incidência de doenças sexualmente transmissíveis e da infecção pelo HIV em particular.

O UNAIDS parabeniza o Governo Brasileiro pela iniciativa,  que sem qualquer dúvida trará reflexos altamente positivos na promoção de uma vida saudável e de respeito à diversidade.

São seis kits que se encontram disponíveis no link abaixo:

http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/about-this-office/unesco-resources-in-brazil/publications/search-in-the-catalog/#c154404

pdfHQ SPE – um guia para utilização em sala de aula

pdf- Perguntas e respostas – HQ SPE, no. 1

pdf- Todas as Claudinhas do mundo e mais: DS… o quê ? – HQ SPE, no. 2

pdfA vida como está e as coisas como são e mais: vamos conversar ? HQ SPE, no. 3

pdf- Ficar ou não ficar ? – HQ SPE, no. 4

pdfBalada – HQ SPE, no. 5

pdfHQ SPE, no. 6

 

FONTE: UNAIDS

One Comment

  1. EDUCANDO PARA PREVENIR DOENÇAS E PARA A CIDADANIA:apesar de ser uma “…iniciativa da mais alta relevância para o país na perspectiva de incentivar o desenvolvimento de políticas públicas voltadas para a promoção da saude sexual e saúde reprodutiva com vistas à redução da incidência de doenças sexualmente transmissíveis e da infecção pelo HIV em particular”, lamentemos que a Saúde junto a Educação sejam vistas enquanto aspecto fisiológico. É de fundamental importancia que as duas áreas possam se unir no que se refere a Educação Infantil, dando enfase as questões psiquicas/emocionais, intelectuais e físicas. A base da Educação de um povo encontra-se na faixa etária de 00 à 06 anos, quando o SER está em formação em todas as áreas. Após tal período de vida do indivíduo vamos tentar resgatar o prejuízo, o que, às vezes não é possível. É uma pena o descaso com a 1ª Infancia no Brasil!

Leave a Comment